Semana passada estava eu passeando pela empresa que trabalho, até que me deparei com um filme que sempre quis assistir, o longa Bubble, do diretor Eytan Fox, que foi lançado em 2006. Imaginem como fiquei histérico querendo ver o filme? É, eu fiquei super ansioso e ainda estou, pois não assisti (assim que conseguir o DVD, me aguardem!). Mas hoje a história aqui é outra, porém com a mesma temática.

Não sei se vocês conhecem, mas a temática do filme Bubble é gay, sem pretensões e sem levantar bandeiras por isso é um filme que respeito, e quando me lembrei que hoje era meu dia por aqui, logo decidi que o filme dessa terça seria Delicada Relação, que também conta com direção de Eytan Fox e também é estrelado por Ohad Knoller.

Delicada Relação narra uma história de amor que nasce dentro de uma base militar. Essa base abriga homens e mulheres entre os soldados e é palco para uma história de amor, que dessa não é massacrada pelos preconceitos como a maioria das histórias sobre paixão homossexual.

No filme, o personagem Yossi (interpretado por Ohad Knoller, que também estrela Bubble) é o comandante do grupo, um homem duro que mantém a todo custo sua postura rígida e a fama de mau. Do outro lado temos o personagem Jagger (vivido por Yehuda Levi), que é o segundo na hierarquia do quartel e tem uma personalidade mais sensível. Apesar de encarar o trabalho com muita seriedade, os dois militares acabam vivendo uma história de amor proibida.

Eu poderia simplesmente comparar esse filme ao ótimo O Segredo de Brokeback Mountain, pois em ambas histórias o palco do caso amoroso é algo totalmente dominado pelo universo masculino, mas os filmes nem sequer dialogam.

Delicada Relação não é um filme perfeito, tem seus momentos de clichês, tem momentos que o roteiro soa estranho, mas é um filme delicado, que há 9 anos mexeu em um assunto que era meramente ignorado, com uma tremenda bravura. Sem contar que o diretor Eytan Fox é ótimo e entregou uma história para ser vista e revista quantas vezes for preciso.

Assista ao filme Delicada Relação, mas sem o olhar preconceituoso que [parte] da sociedade prega e sim como um espectador, que somente quer assistir uma história de amor.

Categorias: 1F, Análise, Drama, Eytan Fox

Um Comentário até agora.

  1. SANDRO DE CASTRO disse:

    Confesso que não assisti o filme com muito entusiasmo, mas assistindo todo ele, me surpreendi com a maravilhosa história, ótimo roteiro e um final entre as familias de ambos é comovente mesmo… Quem não assistiu faça um esforço, pois esta perdendo um ótimo filme!!


  • RSS
  • Facebook
  • Twitter

Posts Populares

Promoção - Takashi

INSCRIÇÕES ENCERRADAS!!! Respostas Corretas: 1- Dead or Alive: Hanzaisha - Morrer ou ...

13 Filmes Bizarros

Como grande fã de filmes 'diferentes' resolvi fazer essa lista ...

Melhores de 2011

Mais um ano se foi e fomos agraciados com belas ...

Deixe-me Entrar - 20

Quando foi divulgado que o sucesso sueco Let Me In ...

O Mundo Maravilhoso

Bem vindo ao nosso primeiro Videocast! O Mundo Maravilhoso das Trilhas ...